Facebook

Notícias

Novas espécies do ano

 

 

Um macaco com uma juba loura foi introduzido para a ciência este ano. Assim foi com a primeira bactéria com estruturas de cálcio parecida com osso, a menor mosca do mundo, uma esponja em forma de harpa, uma aranha com garras que dobram e uma nova espécie de peixepriapium, que brota longas estruturas de acasalamento debaixo do queixo dos machos. Até o final de 2012, biólogos têm descrito algo em torno de 16.000 e 20.000 novas espécies para o ano.

 


Taxonomistas descreveram cerca de 1,9 milhões de espécies vivas até agora (sem contar com as bactérias e archaea). Mas uma recente estimativa prevê 6,8 milhões a mais para descobrir. No ritmo atual, serão necessários mais 400 anos para nomear todos. Se uma estimativa mais elevada é certa, o trabalho poderia ter 1.653 anos, assumindo que as espécies não seriam extintas antes dos cientistas notá-las.


Mais informações:


SCIENCE NEWS

 

 

Voltar